post

Sintomas da Enxaqueca Além da Dor de Cabeça – Um Guia Definitivo

Dor de Cabeça é Só Um Dos Sintomas da Enxaqueca. Conheça os  Outros.

dor pescoco tensao nuca enxaqueca Sintomas da Enxaqueca Além da Dor de Cabeça   Um Guia Definitivo

Tensão na nuca é comum na enxaqueca.

Se você não sabia, com certeza já desconfiava: a enxaqueca não é só uma dor de cabeça.

De todos os sintomas da enxaqueca, a dor de cabeça quase sempre é o  mais dramático, mas nem de longe é o único. Na verdade a enxaqueca é um verdadeiro “pacote” de sintomas. Aliás, é possível ter uma crise de enxaqueca sem dor de cabeça. Se você ainda não leu meu artigo sobre o que é enxaqueca e quais são os sintomas, esta é a melhor hora de fazê-lo. Clique nos links seguintes, eles vão abrir em outra janela, leia os artigos e depois volte aqui. 1. O que é enxaqueca; 2. Os sintomas.

Agora vamos adiante, conhecer  outros possíveis sintomas da enxaqueca além da dor de cabeça propriamente dita:

AVERSÃO À LUZ (FOTOFOBIA)

aversao a luz fotofobia Sintomas da Enxaqueca Além da Dor de Cabeça   Um Guia Definitivo

Sensibilidade à Luz – Fotofobia

A fotofobia, ou aversão à claridade, ocorre com frequência. A pessoa, nesses casos, não aguenta ficar na claridade, ou mesmo expor-se a uma quantidade normal de luz, preferindo um lugar escurecido. Há dificuldade em focalizar objetos brilhantes, ou mesmo ver televisão, ler um livro, e assim por diante. Muitos recorrem a óculos escuros.

A fotofobia pode vir acompanhada de lacrimejamento e congestão ocular (os olhos ficam vermelhos). Todos esses sintomas podem aparecer numa crise de enxaqueca.

Quem sofre de enxaqueca pode apresentar fotofobia até mesmo quando não está com dor de cabeça. Não é incomum, no meu consultório, deparar com pacientes de primeira vez usando óculos escuros na sala de espera, que inclusive não é muito iluminada por razões óbvias, mas mesmo assim a luz pode incomodar.

Infelizmente, essa fotofobia, essa aversão à claridade, contribui para aumentar ainda mais a incompreensão de muita gente – incluindo familiares, colegas de trabalho ou de classe, cônjuges ou namorados, e até médicos e profissionais de saúde. Poucos entendem, e muitos se incomodam, com a necessidade de óculos escuros e o desconforto com níveis de claridade que, para as outras pessoas, seriam normais ou até baixos.

SENSIBILIDADE AO BARULHO – HIPERACUSIA (e não fonofobia, como muitos falam erradamente!)

sensibilidade ao barulho ou hiperacusia Sintomas da Enxaqueca Além da Dor de Cabeça   Um Guia Definitivo

Hiperacusia – sensibilidade ao barulho

Qualquer barulho incomoda, mesmo a voz mais baixa e suave ou a música mais relaxante, preferindo o doente permanecer num ambiente o mais silencioso possível. A essa intolerância, sensibilidade extrema, ao barulho, dá-se o nome de hiperacusia.

Esse fenômeno de sensibilidade extrema ao barulho (hiperacusia) é extremamente mal compreendido, inclusive por médicos, que se referem a ela com o termo fonofobia, que não se aplica de modo algum à maioria esmagadora dos casos de quem sofre de enxaqueca. Aguarde para breve artigo específico sobre esta grande confusão, incompreensão e atestado de desconhecimento.

A hiperacusia pode se manifestar em um ou ambos os ouvidos. Alguns enxaquecosos sofrem com essa sensibilidade ao barulho e aos sons em apenas um dos ouvidos, normalmente o ouvido do mesmo lado da dor de cabeça.

No meu livro, você encontrará as razões detalhadas pelas quais este fenômeno pode ocorrer em quem sofre de enxaqueca, com base no desequilíbrio químico do cérebro de quem tem enxaqueca. Se você ainda não leu meu livro, deveria ler o quanto antes, para seu próprio bem.

HIPERSENSIBILIDADE DO COURO CABELUDO E FACE

sensibilidade cabeca Sintomas da Enxaqueca Além da Dor de Cabeça   Um Guia Definitivo

Cabeça sensível

Dificultando e tornando dolorosos atos como o de se pentear ou deitar sobre o lado acometido. O simples toque na cabeça já pode doer, nos indivíduos afetados. Nesses casos, a massagem na cabeça durante a crise está contra-indicada.

As sensações são as mais variadas: queimação, formigamento, dor e até coceira. Colocar uma presilha, ou simplesmente pentear o cabelo, tornam-se tarefas difíceis e dolorosas. Manter o cabelo preso se torna quase uma impossibilidade.

Todos esses sintomas aumentam, em última análise, o stress físico e emocional, facilitando a piora da enxaqueca, causando portanto um ciclo vicioso.

INCHAÇO AO REDOR DOS OLHOS, FACE, E, POR VEZES, TODO CORPO

palpebra inchada 150x150 Sintomas da Enxaqueca Além da Dor de Cabeça   Um Guia Definitivo

Pálpebra inchada

Isto representa uma alteração do chamado equilíbrio hidroeletrolítico (de água e sais minerais) do organismo, traduzindo-se por acúmulo e extravasamento de água dos vasos sanguíneos para os tecidos vizinhos.

O resultado é o inchaço (também conhecido como edema) de pálpebras e rosto. Muita gente que sofre de enxaqueca relata que fica desfigurada durante uma crise.

Pior ainda: se a pessoa está passando por uma fase de muitas crises seguidas de enxaqueca, ou sofre de enxaqueca e vem apresentando episódios frequentes de dor de cabeça entremeados ou não por crises de enxaqueca, pode ficar com as pálpebras e rosto inchados até mesmo nos (poucos) dias em que não está com dor. Várias pacientes minhas relatam, durante a primeira consulta, que familiares e colegas de trabalho conseguem perceber que elas estão com enxaqueca naquele dia, só de olhar para elas. O aspecto muda, para pior. Quem pensa que a enxaqueca não consegue tornar feia a aparência de quem sofre dela, definitivamente não conhece a enxaqueca.

CORIZA E OBSTRUÇÃO NASAL (NARIZ ESCORRENDO E ENTUPIDO)

coriza nariz entupido enxaqueca Sintomas da Enxaqueca Além da Dor de Cabeça   Um Guia Definitivo

Coriza

Não raro, certas pessoas apresentam-se com o nariz escorrendo, ou então entupido, sempre que têm crise de enxaqueca. Muitos julgam ser rinite, alergia ou resfriado, mas o fato é que pode se tratar de outro fenômeno acompanhante da enxaqueca. A explicação pode basear-se em certas descargas do sistema nervoso local, levando a dilatação dos vasos sanguíneos nasais, bem como aumento de secreção. Nesses casos, a coriza e obstrução nasal cessam após terminada a dor, frequentemente retornando junto com as próximas crises.

ALTERAÇÕES DO HUMOR

alteracoes do humor Sintomas da Enxaqueca Além da Dor de Cabeça   Um Guia Definitivo

Alterações do humor na enxaqueca

Estas alterações normalmente antecedem as crises de enxaqueca, podendo mesmo servir de premonição.

A pessoa, antes da dor, pode tanto ficar eufórica, experimentando sensação de alegria e bem-estar inigualáveis, ou, como é mais comum, ficar deprimida, nervosa, mal-humorada e com o corpo mole. É dessa forma que alguns já sabem que terão dor de cabeça naquele dia ou no dia seguinte.

A explicação é que existe uma estreita relação entre o centro cerebral que sedia as emoções e humor e os centros cerebrais de dor. As alterações de humor representam um dos elos da corrente bioquímica de eventos cuja consequência final é a dor de cabeça.

Claro está que, uma vez iniciada a dor, a alteração do humor se dá em 100% dos casos, e sempre para o lado do mau-humor, com muita justiça!

Um enxaquecoso poderá apresentar, mesmo fora das crises, ansiedade, depressão, irritabilidade, agressividade e flutuações do humor.

Lendo o meu  livro e aplicando à risca as recomendações, você saberá o porquê dessas alterações de humor e aprenderá minha visão sobre como reverter esta desagradável situação.

DISTÚRBIOS DE MEMÓRIA E CONCENTRAÇÃO

memoria concentracao enxaqueca 150x150 Sintomas da Enxaqueca Além da Dor de Cabeça   Um Guia Definitivo

Memória e concentração

Quem sofre de enxaqueca, reclama quase sempre de problemas de memória, de que se esquecem com facilidade das coisas, de que têm dificuldade para pensar, raciocinar e se concentrar.

A razão deste fatos é a diminuição de um neuropeptídeo importantíssimo na enxaqueca chamado dopamina. No meu livro você encontra explicação detalhada deste processo e como melhorá-lo.

SENSAÇÃO DE CABEÇA PESADA OU CABEÇA LEVE

cabeca pesada leve Sintomas da Enxaqueca Além da Dor de Cabeça   Um Guia Definitivo

Cabeça pesada? Pode ser enxaqueca.

Difícil para o sofredor explicar direito esta sensação, mas ela, e outras alterações sutis da sensibilidade, podem ocorrer durante a crise de enxaqueca.

SENSAÇÃO DE QUE ALGO ESTÁ CAMINHANDO SOBRE A CABEÇA

Ocorre que a desregulação química cerebral da enxaqueca afeta as sensações objetivas, podendo originar este curioso fenômeno.

MEDO. PÂNICO. SENSAÇÃO DE QUE ESTÁ ENLOUQUECENDO

Sensação de perigo iminente, medo de morrer, de passar vergonha, de perder o controle, sudorese, taquicardia, dores no peito, tonturas, náuseas, formigamento nas mãos – todos estes sintomas podem caracterizar uma crise de pânico. Os indivíduos portadores deste distúrbio desenvolvem extrema ansiedade entre as crises (de pânico), e acabam por procurar evitar situações até comuns, como entrar em elevadores, aviões, lugares fechados, ou aglomerados, dirigir carros ou ficar sozinho.

Isso, com certeza, tornará a vida do sofredor de enxaqueca ainda mais precária.

Estes distúrbios de pânico ocorrem muito mais frequentemente em indivíduos sofredores de enxaqueca. Não é propriamente um sintoma da enxaqueca, mas possui as mesmas raízes neuroquímicas, e normalmente quando o paciente melhora de sua enxaqueca, cessam também as crises de pânico.

No livro Enxaqueca – Só Tem Quem Quer, você encontrará soluções bastante envolventes e práticas para se livrar da sua enxaqueca.

Diferente do “Distúrbio do Pânico”, descrito acima, existe a sensação de medo da crise chegar, e a sensação de impotência diante dela. Esta sensação precisa ser controlada a todo custo, sob pena da dor vir mais intensa, ou até prolongar-se. Nesse sentido, técnicas de relaxamento podem ser de grande utilidade.

DIURESE EM EXCESSO

diurese enxaqueca Sintomas da Enxaqueca Além da Dor de Cabeça   Um Guia Definitivo

Diurese excessiva

Por aí se percebe como a enxaqueca é uma doença com vários sintomas, que não apenas a dor de cabeça. Em alguns indivíduos, aquele distúrbio hidroeletrolítico já mencionado acima, gera uma diurese excessiva durante a crise!

DIARREIA

Da mesma forma, alguns sofredores, durante as crises, apresentam este sintoma. A diarreia pode ocorrer como parte integrante da crise de enxaqueca, e passa junto com a crise.

FRAQUEZA, TONTURAS, DESÂNIMO

fraqueza enxaqueca Sintomas da Enxaqueca Além da Dor de Cabeça   Um Guia Definitivo

Sensação de fraqueza

Também, não é para menos. Com tanta dor e outros sintomas, é natural que isso ocorra: fraqueza nos braços e nas pernas, falta de energia – algumas pessoas que sofrem com enxaqueca muito frequente, voltam para casa da escola ou trabalho e não tem energia para fazer mais nada – mesmo que não tenham tido dor de cabeça naquele dia.

FALA EMBARALHADA

fala embaralhada enxaqueca Sintomas da Enxaqueca Além da Dor de Cabeça   Um Guia Definitivo

Fala embaralhada pode ocorrer na enxaqueca

Sim, por incrível que pareça para quem nunca teve isso, algumas pessoas que têm enxaqueca podem ficar com a fala embaralhada antes mesmo do início da dor de cabeça. Essa fala embaralhada se manifesta por dificuldade em articular as palavras, confusão de palavras, troca de palavras (a pessoa ia falar uma coisa mas saiu outra). Este sintoma provoca muita angústia não apenas para quem sofre de enxaqueca, mas também para os entes queridos, que se sentem preocupados e impotentes diante desse sintoma. Felizmente na maioria dos casos este sintoma não dura tanto quanto uma crise típica de dor de cabeça. Costuma durar em média 1 hora, e após esse período, a fala volta ao normal. Isto é um dos possíveis sintomas da chamada aura de enxaqueca. Quer saber mais sobre aura? Clique aqui e descubra que a aura de enxaqueca vai muito além deste sintoma de fala embaralhada.

TENSÃO E DOR NOS OMBROS E NUCA

dor pescoco tensao nuca enxaqueca 150x150 Sintomas da Enxaqueca Além da Dor de Cabeça   Um Guia Definitivo

Tensão na nuca é comum na enxaqueca.

É uma sensação que parece não querer ir embora nunca. A região da nuca fica tensa e dolorida, os músculos dos ombros e das costas, epecialmente a região entre as escápulas, dói e forma nódulos de tensão. Muita gente confunde essa dor com a causa da enxaqueca, achando que toda aquela dor de cabeça crônica é provocada por essa “tensão muscular” que se sente nessas regiões. Toda essa crença fica ainda mais reforçada quando, de tantos exames, se descobre algum problema, por exemplo na coluna, que de outra forma seria banal, mas que agora está sendo – erradamente – atribuído como se fosse a causa da enxaqueca. Mas não. Acredite: para a maioria dos casos, a melhora dessa tensão na nuca, pescoço e ombros só ocorre após uma melhora consistente da enxaqueca graças a um tratamento bem-sucedido.

BOCEJOS

bocejos enxaqueca Sintomas da Enxaqueca Além da Dor de Cabeça   Um Guia Definitivo

Bocejando muito?

Costumam ocorrer inexplicavelmente, desde 1 dia antes da crise de enxaqueca. São bocejos incontroláveis, que podem dar aos outros a sensação de que você está com sono ou entediada, mas não é este o caso. Aliás, naquela hora nem você sabe por que está bocejando tanto. Descobre apenas várias horas ou um dia mais tarde, quando a crise de dor de cabeça desponta.

PRESSÃO ALTA OU BAIXA

pressao enxaqueca Sintomas da Enxaqueca Além da Dor de Cabeça   Um Guia Definitivo

Pressão alta ou baixa

A pior hora para medir a pressão é durante uma crise de enxaqueca. Mesmo assim, essa é a primeira coisa que muita gente faz, e acaba ganhando uma preocupação – felizmente infundada – de que a alteração da pressão foi quem causou a crise de enxaqueca. Se você tem qualquer dúvida sobre este assunto, por favor leia esta página.

SENSAÇÃO DE CISCO NO OLHO

cisco olho Sintomas da Enxaqueca Além da Dor de Cabeça   Um Guia Definitivo

Cisco? Cadê?

Outro sintoma possível de ocorrer (porém incomum), é a sensação de que há um cisco (argueiro) em um (mais comum) ou ambos (bem mais raro) os olhos. Diagnósticos que poderiam levar a esta sensação são descartados (olho seco, uso de remédios, problemas da córnea, conjuntivite etc), e mesmo assim, aparece esta sensação de cisco no olho (ou ambos os olhos), 1 dia antes (ou algumas horas antes) de uma crise de enxaqueca.

VISÃO EMBAÇADA / EMBARALHADA

visao embacada embaralhada enxaqueca Sintomas da Enxaqueca Além da Dor de Cabeça   Um Guia Definitivo

Visão embaçada

Você quer ler um letreiro mas não consegue. Normalmente você conseguiria ler esse letreiro – ou livro, caderno, sinal de trânsito – claramente. Mas de repente, sua acuidade visual diminui sensivelmente, e você perde a capacidade de enxergar detalhes. Esse sintoma de visão embaçada pode começar horas antes de uma crise de enxaqueca, e pode se estender durante a crise. Quando a crise termina, a visão embaçada desaparece e dá lugar à sua visão normal.

Existem outros possíveis sintomas visuais na enxaqueca, e que fazem parte de um fenômeno chamado aura de enxaqueca. Clique no link para ler, assistir o vídeo e conhecer melhor a aura de enxaqueca, que pode se manifestar através de visão de pontos luminosos (como se fossem vaga-lumes), escurecimento parcial e progressivo da visão, entre outros.

AGORA É COM VOCÊ

voce Sintomas da Enxaqueca Além da Dor de Cabeça   Um Guia Definitivo

Conto com SEU comentário

Você sofre de enxaqueca e “se reconhece” lendo este artigo sobre sintomas além da dor de cabeça?

Possui outro sintoma que não seja um dstes enumerados no artigo?

Colabore comentando.

Se você tem enxaqueca e possui sintomas enumerados acima, seu comentário é super bem-vindo (por exemplo, uma afirmação do tipo “eu tenho enxaqueca e uma sensação parecida com tontura, do tipo que as coisas ao meu redor parecem se mexer quando viro muito depressa a cabeça”). Comentários assim enriquecem a leitura e o conteúdo.

Esta página pretende ser um guia completo dos sintomas da enxaqueca além da dor de cabeça propriamente ditas. Se você sofre de enxaqueca e possui sintomas associados à sua enxaqueca, além da dor de cabeça, que não foram enumerados aqui, seu comentário será mais que bem-vindo.

Mas atenção: não estou pedindo, e não vou publicar nem responder a “relatos de casos”, ou “pedidos de ajuda”, ou perguntas como “eu tenho muitas tonturas, será que pode ser enxaqueca?”. Aqui é a internet e não um consultório médico. Este artigo serve apenas para informar, e não para substituir seu médico, portanto só escreva se o conteúdo do seu comentário complementar, de alguma forma, o conteúdo deste artigo. Combinado?

LEIA MAIS:

Deseja marcar uma consulta? Clique aqui para mais informações.

Comentários dos Meus Leitores

  1. Rachel comentou

    Eu tenho enxaqueca e sinto vários desses sintomas exatamente como descritos acima, aversão à luz/ bocejos/ concentração/ coriza/ depressão/obstrução nasal…. . Infelizmente minha enxaqueca é de aura e eu sofro muito. Não tenho mais crises frequentes como antes pois mudei minha alimentação. Mas mesmo assim esporadicamente a crise vem.

  2. Luciana comentou

    Olá, Dr. Feldman! Tudo bem?

    Primeiramente gostaria de parabeniza-lo pelo blog, acompanho-o há muito tempo e me ajuda a esclarecer muita coisa a respeito das enxquecas.

    Venho colaborar com sua publicação, acrescentando uma experiência que tive, após três anos sofrendo com enxaqueca crônica, a qual me permite discordar do senhor em um ponto.

    Tenho disfunção nas ATM’s e sofria de enxaqueca crônica, as quais melhoraram muito depois do tratamento para a ATM. No entanto, apesar de reduzidas, as crises de enxaqueca permaneceram. Então fui orientada por minha dentista de que as dores que eu ainda sentia poderiam ser provenientes das tensões do pescoço.

    Ao fazer fisioterapia e alongamento no pescoço, senti uma melhora muito significativa nas enxaquecas, estando, atualmente, as crises reduzidas a quase zero. Isso me levou a perceber que essas tensões eram a causa da minha enxaqueca remanescente, diferente do que você aponta na publicação.
    Já li artigos publicados em revistas de fisioterapia e livros de práticas fisioterápicas que apontam uma relação muito forte entre os pontos gatilhos localizados na região da nuca e enxaqueca tensional e minha experiência reforça a minha crença de que sim, essas tensões podem ser a causa de algum tipo de enxaqueca, como foi na minha.

    Minhas crises eram acompanhadas de fotofobia, hiperacusia, visão embaçada, perda de memória, dores nas têmporas, dor e inchaço na região dos olhos.
    Nenhum tratamento que eu fiz até hoje, com amytril, indometacina ou remédios usuais para dor tiveram efeitos tão positivos quanto os alongamentos e liberação de pontos gatilhos para a região do pescoço. Hoje, graças à fisioterapia, estou praticamente livre desses sintomas, recuperei significativamente minha qualidade de vida,e, repito, nenhum outro tratamento me trouxe tanto benefício.

    Parabéns novamente pelo seu trabalho.
    Tem minha grande admiração.

    Abraço,
    Luciana

    • comentou

      Olá Luciana,

      Seu comentário é muito interessante, pois contraria a minha experiência clínica – e ao mesmo tempo faz muito sentido, porque os pacientes que recebo e vejo todos os dias são aqueles cujos sintomas em questão não melhoraram após múltiplas tentativas de neutralização dos pontos-gatilho e nódulos de tensão, alongamentos etc.

      De acordo com minha experiência você teve bastante sorte. Tenho ótimo relacionamento com uma equipe incrível de fisioterapêutas de altíssima competência no prédio onde atendo e tratamos certos pacientes em conjunto, portanto minha experiência não é alienada/desvinculada de contato com fisioterapêutas.

      • Maria comentou

        Sinto dores de cabeca de forma constante e nao muito forte, seguida de enjoo, irritabilidade com cheiros e claridade, dificuldade de dirigir a noite devido aos focos de luz de postes e outros carros, sofro ha mais de ano de uma misteriosa dor nos ombros, pescoco e ao redor das escapulas que ninguem descobre o que e. Pela primeira vez li algo sobre esses sintomas e enxaqueca. Tenho melhoras das tensoes com sessoes de RPG, pilates e musculacao. A dor de cabeca nem sempre eh forte, mas eh intermitente e deve ser a causa de um mal humor subito de vez em quando. Se paro com as atividades fisicas tenho pioras em seguida. Andar de carro pode ser insuportavel por causa do enjoo.
        Parabens pelo conteudo do blog! Esclarecedor.

    • Leila comentou

      Tive uma experiencia parecida com a da Luciana.

      Tb tenho disfunção da ATM, tanto do lado direito qto esquerdo. Desde a infancia sentia estalos nas articulações e dores ao mastigar comidas mais duras. Mas em 2010, depois de mais de 10 anos usando placa miorelaxante no dentes e acreditando estar livre das dores, passei a ouvir zumbidos e a sentir dores no olho , na face, no couro cabeludo, no ombro e nuca, mas esses sintomas eram somente no lado esquerdo. No olho, além da dor, sentia sempre um incomodo, como se houvesse um cisco, e ressecamento. Além disso tb via pontos brilhantes durante as crises de dor.

      A princípio meu próprio dentista achou q fosse enxaqueca, pois ele dizia q disfunção de ATM não causava esses sintomas e teoricamente minha disfunção estava controlada.

      Procurei um neurologista e tomei vários remedios para enxaqueca, entre eles o topiramato, parcel e nortriptilina, mas a dor não passava, só piorava.

      Procurei tb um otorrino, para verificar os seios nasais. Td normal.

      Troquei então de dentista. A nova dentista fez um outro aparelho ortodontico e me indicou um tratamento de fisioterapia para q eu pudesse sair logo das crises de dor. Com as sessões de fisioterapia, que tratava dos pontos de tensão desde a escápula, passando pelo ombro, pescoço e até a face, os sintomas sumiram.

      Agora, além de usar a placa, sempre faço exercícios de alongamento da coluna e da face. Com isso não tenho tido crises

      Só deixei esse relato pq sofri muito com essas dores e acho que seria importante os medicos, dentistas e os pacientes atentarem para a questão da disfunção da ATM, pois os sintomas são muito, muito parecidos.

      Abraços

  3. YASMIM comentou

    Além da maioria desses sintomas acima citados, um dia antes de sentir enxaqueca eu espirro bastante e escuto um zumbido.

    • comentou

      Zumbido / barulho no(s) ouvido(s) e espirros são, de fato, sintomas da enxaqueca além da dor de cabeça, que esqueci de mencionar. Serão acrescentados na revisão, graças a você. Obrigado.

  4. Delmir comentou

    Olá Dr. Alexandre: Eu tenho dor de cabeça todos os dias. Tenho a a maioria dos sintomas descritos acima, pois já fazem muitos anos que sofro com essa dor. Tenho uma dúvida em relação à dor e tensão na nuca e ombros, porque após uma ressonância magnética, na coluna cervical, detectou-se uma moderada disfunção degenerativa discal, e partir daí passei a culpar isso pela minhas dores de cabeça, onde um médico dizia que não daí que vinha a dor, outro dizia o contrário, e no fim das contas eu estou no mesmo.

    • comentou

      Delmir, apesar de exames poderem detectar alterações na coluna, cabeça e outras regiões, essas alterações quase nunca são a causa da enxaqueca, nem possuem relação com a enxaqueca e seus sintomas.

  5. Rose comentou

    Dr. Tenho crises de enxaqueca ha mtos anos, agora estou em uma ha 15 dias, alem de tds os sintomas descritos por vc acima, eu sinto como algo derramando quente, frio, queimando por dentro no lado da dor, fico em panico achando que estou tendo um derrame sei la… mto tenso.

  6. flavia comentou

    Olá Dr Alexandre, parabéns por mais esta matéria esclarecedora. Li seu livro e adotei a maioria das indicações contidas nele que me ajudou muito e foi esclarecedora. Apesar de ler bastante sobre o assunto recentemente passo por um período duvidoso, pois tenho tido olhos embaçados frequentemente o que me deixou em duvida se seria somente da enxaqueca, pois as vezes embaça e não consigo ler direito nem ver imagens comuns, mas não tenho dor de cabeça. Outras vezes tenho dores mas leves nada parecida com as dores das crises de enxaqueca. Fui ao oftalmo que quer fazer mil exames suspeitando de glaucoma, porém não tenho nenhum outro sintoma q indique essa patologia. Estou preocupada, ele me disse q estava com pressão alta nos olhos mas não me disse quanto. Enfim, a pressão alta nos olhos pode ter relação com a enxaqueca? Abraços

    • comentou

      Olá Flavia, a possibilidade de pressão alta nos olhos (glaucoma) é sempre preocupante, pois pode causar perda permanente da visão. Sugiro a você que procure outro oftalmologista para, a partir dos seus sintomas e do exame oftalmológico, confirmar ou descartar este diagnóstico, uma vez que o oftalmologista que você procurou não lhe forneceu informações suficientes e necessárias, caso você sofra mesmo com glaucoma.

      Dito isso, e voltando para o tópico dos sintomas da enxaqueca além da dor de cabeça, cabe comentar que o glaucoma não costuma se manifestar por embaçamentos episódicos (que vêm e vão). Um tipo de glaucoma (o glaucoma de ângulo fechado) pode se manifestar por embaçamento repentino da visão, aparecimento repentino de halos ao redor das luzes à noite, dor e vermelhidão no olho afetado, dor de cabeça, enjôo e vômitos.

      • flavia comentou

        Dr Alexandre, obrigada pela ajuda. Viu seguir seu conselho e procurar outro especialista para tirar qualquer suspeita e também uma neurologista para analisar esses episódios. Os demais sintomas de glaucoma não apresentei, tampouco o embaçamento constante. Tenho 35 anos e nenhum histórico na família de glaucoma. Já a enxaqueca foi herança paterna …rs Abraços

  7. Débora Jesus Reis comentou

    Bom dia Dr. Feldman. Sofro de enxaqueca com aura.
    Um sintoma que tenho é que os olhos ficam bastante vermelhos, na verdade , na maioria das vezes apenas o olho direito. Penso que um vaso estourou, não sei se é isso de fato … Mesmo quando estou sem dor , tenho esse sintoma , muitas vezes só percebo quando alguém me avisa. Durante a crise, a dor é toda do lado direito , uma insuportável dor nos olhos…a vontade que tenho é arrancar o olho fora…As vezes também sinto como se houvesse uma veia pulsando fortemente em minha cabeça , uma veia do lado esquerdo. Não sei se tem relação , mas meu nariz coça muito por fora ! …rsrs
    Engraçado que já acho tão ‘normal’ ter os sintomas do lado direito , que quando os tenho no lado esquerdo , já penso que alguma coisa está errado !

    Obrigada por nos sempre nos ajudar !

  8. Silvia Amalfi comentou

    Minhas dores de cabeça são constantes,já fiz diversos tratamentos…a minha última crise durou exatos 15 dias…onde ela se alternava de extremamente forte,onde vc pensa em se matar de tanta dor,até uma dor de fundo de olho ou direito ou esquerdo a dor anda….muita tensão na ombros e pescoço meus ombros ficam duros feito pedra…esta minha última crise veio acompanhada de pressão alta 16×10…fora isso dos sintomas citados acima tenho tooodoooosssss masi oq mais me incomoda e a fala embaralhada e pensamentos confusos,

  9. comentou

    Tenho 20 anos de idade e sofro com crises de enxaqueca com aura desde os 5. Tenho os sintomas: visão embaçada e escotomas, fotofobia, hiperacusia, fala embaralhada (não consigo lembrar as palavras que quero dizer), bocejos, diarreia, náusea, vômito, uma sensação de que meus membros, mão e a própria cabeça estão maiores do que são, como se estivessem aumentando de tamanho, dormência nos braços, pernas, olhos, língua, boca, sensação de estômago pesado (mesmo se a crise for pela manhã e eu não tiver comido nada), pressão baixa. Entretanto, a cada crise vem uma combinação diferente desses sintomas (nunca todos juntos, ainda bem!), logo, quando vem uma crise, nem sei o que esperar dela. Tinha crises em até 2 vezes por semana e após tratamento com topiramato dos 16 aos 18 anos as crises diminuíram muito e ocorrem em média 1 vez a cada 2, 3 ou 4 meses. Algo interessante que observo é que quando tenho muitos compromissos, responsabilidades com faculdade ou outras coisas fico em um estado como se estivesse ”segurando a crise” e aí alguns sintomas da aura aparecem mas somem logo e não vem acompanhados de dor. Já quando esses compromissos passam, nas férias por exemplo, eu me sinto ”relaxada” e não mais com necessidade de ”segurar a crise” e aí a crise vem em grande intensidade. Já em 2 períodos de férias tive crises de enxaqueca que vinham 2 ou 3 vezes no dia por uma semana inteira. Talvez não faça sentido, mas é como se eu fizesse um grande esforço mental para não deixar a crise vir em momentos que sei que não posso a posso ter.

  10. Érika comentou

    Tenho enxaqueca e me identifiquei com muitos dos sintomas que li aqui, mas além desses sinto também muita náusea, falta de apetite, uma sensação muito ruim no estômago que não sei descrever bem, quase como quando a gente come algo que não cai muito bem. As vezes piora com o analgésico.

  11. Carla Sartori comentou

    Isabela!
    Minhas crises também possuem essa característica.Surgem no momento pós estresse.As férias são um período que costumo ter mais crises.Não lembro de ter tido enxaqueca no dia de algum compromisso importante que gerasse ansiedade.
    Abraço
    Carla

  12. Rafaele Alves de Almeida comentou

    Sofro com crises de enxaqueca desde criança e tenho praticamente tudo isso que esta no artigo a cima.

    Mas tem algo que não foi citado e que não sei dizer se tem a ver com as minhas enxaquecas. Nem mesmo os médicos (oftalmologista e neurologista) com quem me consultei souberam me falar do que se trata isso que tenho.
    Quando eu mexo minha mão, seja rápido ou não, vejo como se tivesse um contorno dela vindo em seguida. É como quando diminuímos a velocidade do mouse do computador e o mesmo fica com esse contorno o seguindo.

    Não tenho isso sempre e ainda não conseguir reparar se isso acontece pouco antes das crises de enxaqueca ou mesmo durante.
    A uns dois meses atrás fiquei uns 30 dias seguidos com enxaqueca, com dor constante. Após essa crise de enxaqueca que durou 30 dias esse contorno que vejo da minha mão quando a movimento, passei a ver também no braço.

    Não sei se conseguir deixar claro, mas se sim, o senhor Dr. Alexandre consegue me dizer se tem algo a ver com a enxaqueca?

    Obrigada.

    Rafaele

    • comentou

      Olá Rafaele, até hoje não recebi nenhum relato de sintomas como aos seus, porém se você já foi a vários médicos especialistas e eles descartaram outras doenças, é possível que, no seu caso, esses sintomas estejam associados à sua enxaqueca. Quem sabe algum outro leitor ou leitora com sintomas semelhantes se manifesta, comentando por aqui?

    • Cristina comentou

      Rafaele, procure na net por palinopsia. Eu também tenho distúrbios visuais que ninguém sabe o que é.

  13. Luciane Souza Chibiaque comentou

    Olá Dr. Alexandre, acompanho sempre o seu blog e as postagens em relação a enxaqueca. Infelizmente sofro desse mal, porém, na maioria das vezes sinto apenas a aura, ou seja, enxaqueca sem dor (náuseas, distúrbios visuais, confusão mental e dormência em um dos lados do corpo). Muitas vezes nem tomo remédio. Dependendo do lado da cabeça (sintomas) eu sinto uma leve dor mas que incomoda bastante.

    Descobri que minhas crises estão ligadas diretamente às minhas emoções. Sempre que estou muito feliz ou triste sou acometida pela enxaqueca. Além disso durante a TPM também sinto às crises. Minha alimentação mudou bastante desde que descobri o que tinha, e isso também tem me ajudado bastante.

  14. josiane Borges comentou

    Tenho a maioria dos sintomas, inclusive a sensação de nariz entupido e nem sabia que fazia parte da crise de enxaqueca, cortei os alimentos que causam, mas tenho o gatilho da sensibilidade da luz do sol, do calor e por transpirar muito e quando fazer qualquer esforço físico (caminhada, academia) então quando começa essa época do ano com temperaturas altas tenho crises umas 10 vezes no mês. Muito difícil….e além disso a minha cabeça parece que ta tocando uma bateria de escola de samba, sinto claramente os batimentos cardíacos na minha cabeça. Tudo isso desde os 10 anos de idade, hoje tenho 33 anos e ainda sofro muito, sem achar um medicamento eficaz…..
    abraço josiane

  15. Danielle Abrantes de Menezes comentou

    Boa noite Dr. Alexandre,

    Possuo enxaqueca desde os 12 anos. Percebi quando tive a hipersensibilidade à luz. A minha mãe também tem e por isso creio que seja hereditária. Já tenho 29 anos e ontem à noite mesmo tive uma das minha piores enxaquecas: sensibilidade a luz, ao barulho, latejamento na área direita do rosto, ânsia de vômito, tontura, tudo junto. Quando fui dormir senti uma dorzinha, mas acreditei que seria cansaço, mas na madrugada aumentou e tive que tomar o medicamento com a barriga vazia mesmo. Tenho muito receio porque já fiz dois tratamento sérios e com um tempo as crises agudas voltam, esta semana passada tive 3 crises e por isso tomo bastante medicamento, pois preciso trabalhar e tenho que sanar a dor, senão passo mal.
    Amo mesmo suas contribuições e agradeço a Deus primeiramente por te dar Sabedoria para estudar estes casos que me ajudam tanto a viver melhor com a enxaqueca.

    Abraço cordial,
    Danielle Abrantes

  16. Cynthia Hérida comentou

    Olá Dr. Me identifiquei bastante com o seu artigo, pois possuo todos esse sintomas, mas também sinto uma sensibilidade muito grande ao vento do ventilador. Se o vento estiver na direção do meu rosto, mesmo que eu não esteja em crise, começo a sentir incômodo.

  17. Marisa Costa comentou

    Ola Dr. Feldman. Obrigada mais uma vez pela publicação. O Sr. citou que algumas frutas podem desencadear a crise . Se possível poderia enumera-las? Tive uma crise que durou 4 dias sendo que em dois passei na cama. Sigo sua dieta o maximo possível. Consumi abacaxi dias antes. Isso pode ter sido a causa?

  18. Cristiane comentou

    Querido Dr. Alexandre, com exceção da diarréia e do pânico, tenho TODOS os outros sintomas. A dor nos ombros/nuca já até me levou a um reumato, que detectou uma síndrome miofascial da qual nunca me convenci. Agora sei que pode ser “”””‘apenas”””” a minha enxaqueca! Seu trabalho é maravilhoso, muito obrigada!

  19. Juliana comentou

    Dr. Alexandre,
    já li seu livro e sempre me recorro a ele para relembrar. Consegui colocar muitas coisas em prática e vi resultados.
    Tenho quase todos os sintomas descritos no artigo e me entristece ver que a enxaqueca é uma doença solitária. As pessoas (principalmente familiares) não compreendem os sintomas, a necessidade do escuro, do silêncio, a aversão a cheiros.
    Já tratei com antidepressivos, que pouco resultado trazem. Hoje faço acupuntura, tomo remédios homeopáticos e faço massagens. Natação ajuda muito.
    O caminho, na minha opinião, é cada pessoa descobrir o que faz bem para ela, o que dá certo e o que não dá.
    Obrigada pelo trabalho excepcional e por compreender como ninguém esse problema!

  20. Michele Carvalho comentou

    Olá Dr Feldman!
    Tenho fotofobia, hiperacusia, inchaço ao redor dos olhos e face, fraqueza, pressão baixa, fala embaralhada, péssima memória, mas isso, independente de estar em crise ou não rs… nunca notei a alteração de humor antes de uma crise, vou tentar notar isso. Também tenho às vezes o medo de morrer e Tensão e dor nos ombros, mas nunca notei se antecede uma crise de enxaqueca, ficarei alerta.

    Além desses sintomas, tem um não mencionado por você no artigo, tremedeira, minhas mãos ficam tremendo como se eu tivesse mal de Parkinson. E às vezes, quando a crise vem muito forte, tenho a mesma sensação nas pernas.

    Nem sempre sinto todos os sintomas mencionados acima, alguns vem todas às vezes, outros, dependem do grau de intensidade da crise.

    Abraços,
    Michele

  21. Viviane comentou

    Olá!

    Eu sinto vários dos sintomas descritos.
    Além deles, também tenho – aliás, tinha – aura de enxaqueca: eu enxergava umas luzinhas tremeluzentes, em zigue-zague, que iam aumentando e depois diminuindo. Isso durava de uns 10 a 30 minutos, mais ou menos. Depois que passava, às vezes tinha enxaqueca, às vezes não. Graças a Deus, depois que iniciei meu tratamento, nunca mais tive isso.

  22. Gracielle Ferreira comentou

    Dr. Alexandre;
    Me encaixo em quase todas as categorias, porém, não tinha ideia de que os ataques de panico e meu nariz escorrendo insistentemente fizessem parte das crises de enxaqueca! A hiperacusia me incomoda muito, pois as vezes, nem o som da minha voz eu consigo ouvir. A fotofobia eu nem comento mais, quem me conhece e trabalha comigo sabe que sempre procuro ficar com as luzes desligadas, com o mínimo de claridade possivel, mesmo quando estou sem enxaqueca. A luz do sol me incomoda muito, e a minha maior felicidade é um dia nublado. Na época da seca eu sofro muito, e é quando tenho mais crises. Agora, uma caracteristica que eu tenho, é que sempre que estou em crise e/ou horas antes de uma crise, meus olhos tremem muito, chegando a dificultar que eu foque o olhar e fazendo com que minha visao fique borrada. Isso é horrivel, e só passa quando a crise acaba.
    Além disso, quando tenho crises, sinto tonturas e nausea, não consigo comer nenhum tipo de carne, pois até o cheiro me embrulha o estomago. Por causa disso, acabei adotando uma dieta a base de grãos e legumes, comendo carne somente aos finais de semana.
    Os ataques de panico começaram há uns meses, vem quase sempre de madrugada, quando acordo com muito medo de algum pesadelo ou coisas como minha enxaqueca ser um tumor, um aneurisma, estourar e eu morrer. Raramente eles ocorrem durante o dia. E estava achando que estava entrando em depressão.
    Durante as crises, também, minha pressão costuma baixar muito, chegando a 9/6mmHg, o que me deixa extremamente sonolenta, cansada e incapaz de conseguir formular uma frase inteira, lembrar de coisas ou trabalhar. Sinto um peso enorme dos braços e pernas, como se meus musculos simplesmente não tivessem força para levanta-los, e se eu abaixar a cabeça, parece que vou explodir a cada batida do meu coração. Sinto meu lado esquerdo da cabeça pulsar a cada batimento cardiaco. Então, fazer exercicios fisicos é uma tortura, e durante as crises, nem penso em ir a academia.
    Minha dor é sempre do lado esquerdo, e minhas crises são tão fortes que vou parar no hospital. Depois que comecei o tratamento com propanolol e fluoxetina, as crises diminuiram para uma grande crise (geralmente no periodo pré menstrual) e ás vezes tenho crises menores, com pouca dor, mas muita fotofobia e hiperacusia.
    A enxaqueca é, como se diz, ainda muito incompreendia, pois, não raramente ouço que minhas crises são frescura, falta de louça pra lavar ou simplesmente preguiça.
    Isso me deixa bastante frustrada, pois é o tipo da dor que não desejo pra ninguém, se alguém me dissesse que tem a cura, eu tomaria sem pestanejar nem pensar nas consequencias, pois a dor é horrivel, e coisas simples como ir a um bar com os amigos se torna uma tortura, por causa do barulho.

  23. Cristina comentou

    Olá Dr Feldman,
    Tenho enxaqueca com aura desde criança, o sr. sabe alguma coisa sobre ‘neve visual’/visual snow,são uns pontinhos coloridos constantes no campo de visão eu também tenho isso e ninguém sabe como tratar ou mesmo não tem informação.O sr. teria alguma orientação ou quem procurar que saiba desta condição?
    Obrigada.

    • comentou

      Neve visual é um nome que se dá para sintomas vagos e não aponta para causa específica, mas aparente não deve ser seu caso, pois na neve os pontinhos não são coloridos, mas brancos (como a neve) e aparecem (ou se intensificam) quando a pessoa olha para objetos pretos ou bem escuros. Quanto aos sintomas de pontinhos coloridos constantes, é importante explicar para seu médico se eles caminham ou não pelo campo visual, se aumentam ou diminuem de acordo com certos fatores, entre outras variáveis. Espero que essa informação te ajude – o resto é entre você e seu médico.

  24. Marciene Alves comentou

    Oi Dr. Alexandre! Sou uma grande admiradora sua, e um dia ainda vou me consultar com o Sr. se Deus quiser, pois tenho muita vontade.
    Sofro de enxaqueca há muitos anos!! Já fiz muitos tratamentos e já passei por vários médicos. Há um bom tempo não tenho tido mais crises fortes, mas infelizmente, tenho quase todos os sintomas acima, aversão a claridade, cheiros, coriza, fadiga, cabeça pesada e por ai vai… Mas vou tentando, fazendo dietas, procurando melhorar, um hora tem que dar certo.
    Abraços!!!

  25. Alice comentou

    E sobre a má digestão? não li nada a respeito. Tenho vômitos terrível e a digestão fica péssima. Será que não tem haver com a enxaqueca? Pois ela vem junto com a má digestão e não consigo comer nada nesses dias. Somente chá e biscoito, mas para ter algo para vomitar.

    • comentou

      Alice, má digestão é um termo muito vago para classificar como sintoma da enxaqueca. A digestão tem vários níveis, inclusive mastigação, formação do bolo alimentar, liberação de enzimas, bile, saliva, muco, sucos digestivos, ácido clorídrico, movimentos peristálticos, entre outros. Seria preciso especificar qual nível ou fase da digestão poderia ser afetada pela enxaqueca a ponto de se tornar um sintoma da mesma. E o mais gritante nesse caso é a náusea, que é mencionada acima. A náusea (enjôo) é provocada por um fenômeno chamado estase gástrica e intestinal, que pode ocorrer na enxaqueca, e dá margem àquele mal-estar que, genericamente, se apelida de má digestão.

  26. Elisa Pereira comentou

    Olá Dr. Alexandre, como todos acima me identifiquei com muitos sintomas inclusive desde a infância. Nunca imaginei que minhas náuseas e dores de cabeça que eu achava que eram relacionadas ao fígado eram na verdade enxaqueca. Sinto mesmo fora da crise: hipersensibilidade da face e couro cabeludo, pressão baixa, problemas com memória, raciocínio e concentração, sensação de cabeça vazia, alteração de humor, pânico/fobia de dirigir carro, sensibilidade aos barulhos, tonturas, fraqueza nos membros. Já adulta iniciou os sintomas com aura. Fiz tratamento com venlafaxina e melhorei bastante, tendo poucas crises com aura ao ano. Como uma pessoa citou acima também percebo que minhas crises surgem em momentos de emoções, sejam boas ou não!
    Tenho um outro sintoma que não sei se pode ter a ver com a enxaqueca: não consigo “arrodear” a cabeça, pois perco completamente o equilibrio, por vezes “bato” nas paredes ou cantos, também perdendo o equilíbrio. Não pego uma criança e coloco nos ombros, se não lá vem a sensação de vou cair/desequilibrar. Já fiz uma ressonância magnética e exames para labirintite que deram normais.
    Parabéns pela dedicação a este assunto tão importante para quem sofre. Abraço…

    • comentou

      Obrigado Elisa. É muito importante que sejam o quanto mais amplamente divulgados os sintomas da enxaqueca, para que essa doença jamais seja confundida com frescura ou invenção.

  27. Patricia comentou

    Como faco para adquirir seu livro,?mande email com preco por favor

  28. Claudia comentou

    Dr. Feldman, boa tarde
    Depois dos 30 anos de idade, comecei com as crises de enxaqueca, onde apresento todos os sintomas citados pelo senhor, ainda nao realizei um estudo específico sobre meu caso, apenas realizei uma tomografia, pois tenho um histórico de aneurisma cerebral na família, onde minha mãe faleceu aos 55 anos de idade.
    Diversas vezes, tenho a nítida impressão q tenho o aneurisma, a qlq momento pode haver alguma hemorragia. Enfim, com relação aos sintomas, tenho uma tontura qdo por exemplo estou no banheiro sentada e de repente me levanto rápido, uma perca de equilíbrio súbita.
    Esse tb é o sintoma comum?
    Parabéns pela página!
    Bjos Cláudia Curcelli

  29. Rodrigo comentou

    Ultimamente venho tendo náuseas, cabeça pesada e identifiquei umas luzinhas de vez em quando, tipo estrelas se mexendo de um lado para outro. Esse sintoma de “estrelas” pode ser enxaqueca também?

  30. Luis Claudio Fernandes comentou

    Olá dr Feldman, boa noite!
    Me foi diagnosticado como enxaqueca as crises que tenho, inclusive hemeparesia. Os sintomas aparecem com luzes como estrelinhas, em seguida certa dor fraca do lado direito ou esquerdo acima dos olhos, a paresia aparece quando a dor atinge certo ponto acima do olho direito, paralisando o lado esquerdo. Sintomas como crise do pânico é muito comum, mas também tenho tonteira, fraqueza nos ombros, além de ficar parecendo estar fora do mundo,minhas crises não melhorou com amato para tratamento profilático, mas, ao começar a dor, um comprimido de naramig diminui muito a hemeparesia, mas os outros sintomas continuam. A hemeparesia permanece de 40 min ´`a uma hora, não passando disso.O que foi relatado acima confirma alguns sintomas que tenho. obrigado!

  31. Renata Marcilia Marucci Barboza comentou

    Eu também tenho esses sintomas, e o que mais me incomoda além da dor é a tontura, essa pra mim é a pior. Quando estou com crise me isolo, e o pior que não posso fazer o tratamento adequado porque ainda amamento.

  32. Adriana comentou

    Prezado dr. bom dia!

    Suas explicações são muito esclarecedoras e são uma luz no fim do túnel quando estou em crise, interessante que nunca fui de ter dores de cabeça, porém desde que desenvolvi a síndrome do pânico, comecei a ter enxaquecas no período menstrual, tenho 40 anos e há 08 anos trato com Paroxetina, tenho enxaquecas horríveis no período menstrual, realmente dá pra perceber pelo rosto, minhas pálpebras ficam inchadas, fico pálida, meu coração fica mais acelerado e minha cabeça parece que vai explodir… é comum ter enxaqueca só período menstrual? A menstruação pode causar enxaquecas?
    Muito obrigada pela atenção.

  33. Vanessa comentou

    Olá…
    Sinto dores de cabeça todos os dias, principalmente quando esta muito quente, sinto a minha cabeça pulsar muito forte, é uma dor enlouquecedora, não consigo conversar com ninguém, fico muito irritada quando as pessoas falam comigo, a única coisa que desejo é ficar em silencio no escuro e gosto de tomar banho bem gelado me da a sensação de alívio.

  34. vanusa j nascimento comentou

    tenho varios destes sintomas ,mas ese blog me ajudou bastante tirou muitas duvidas

  35. Azzir comentou

    Ola Dr. obrigada pelas informações, elas ajudam muito pessoas como eu que estão desesperadas em busca de uma solução. Não tinha dores de cabeça até 2013. Primeiro eram dores fortes, depois elas desapareceram e agora faz exatamente 15 dias que estou sentindo dores de cabeca todos os dias. Estava passando por um momento de estresse muito grande na faculdade. Tenho 27 anos, na minha familia tem casos de infarte, derrame e diabetes as pessoas que vieram a falecer por causa desses males tinham mais que 55 anos. Minha dor de cabeca comecou após eu ingerir uma comida que fez mal. Os primeiros sintomas foram aqueles arrotos com ardores e sensacao de boca amarga. Tomei um remédio homeopático para o fígado que resolveu o problema. Mas a dor de cabeca nao parou.

  36. Fernando comentou

    Sinto todos esses sintomas estou sendo tratado com Rivotril, mas ainda não vi resultados. Quando durmo a tarde da uma melhorada.

  37. sylvaneth comentou

    gostei muito ler tudo isto; sofro muito com essa dor maldita, não desejo pra ninguém sinto muita dor no estomago e vomito constante e muito amargo na boca!!!11

  38. Tânia Mara R. Monteiro comentou

    Estou me perguntando porque nao li isso tudo há dois dias … Hoje tive uma crise e não estou 100% ainda. E pensar que tem dois dias que estou apresentando TODOS os sintomas menos a tontura. Meu olho ontem estava mt irritado, procurei um cisco por horas… Ate marquei consulta com oftalmologista. tive vomito, diarreia, dores nos ombros, nariz entupido… Sempre que tenho crises como muito açucar, jurando que iria melhorar a sensação de bem-estar e diminuir a dor…Vou providenciar urgente a compra do livro!!!

  39. Paula Melone comentou

    Olá Dr Feldman e leitores, bom dia!

    Andei lendo os comentários de vcs e.me tranquilizaram bastante.
    Tenho diversos sintomas da enxaqueca, entre eles, pontos de gatilhos,dor diária na fonte sireita, fraquesa dos membros, visão embaçada, cabeça pesada, etc… Devido a esses sintomas e minha ansiedade generalizada ha 1 ano e 8 meses atras realizei uma ressonância magnética que o resultado foi, focos na substância subcortical branca, podendo corresponder a doença desmielinizante sem atividades pelo método. Fui ler o Dr Google e surtei.
    A neuro disse q o local da alteraçao nao correspondia a doenças desmielinizantes e que isso poderia ser resultado devido a enxaqueca mesmo.
    Dr é comum pacientes com enxaqueca apresentar esse tipo de alteração na RM do encéfalo.

    Desde já agradeço a sua atenção e PARABÉNS pelo site.

    • comentou

      Paula, de fato são alterações chamadas inespecíficas, querendo dizer que elas, em si, não significam necessariamente algum problema, a menos que estejam correlacionadas com algum quadro clínico específico, o que sua neurologista parece ter descartado. De fato são comuns essas alterações da ressonância magnética que você mencionou, mas não há qualquer comprovação que sejam causadas pela enxaqueca.

  40. Mônica Ferreira comentou

    Tenho vários dos sintomas descritos acima e acredito estar num período de crise. Ontem fiquei o dia todo deitada, não conseguia olhar para os lados ou levantar a cabeça e hoje também estou com diarreia. Parece ser uma crise. O que posso fazer para tratar a doença?

  41. lucilene vilhena dantas comentou

    Fui diagnosticada há 4 anos de enxaqueca, por sentir a maioria desses sintomas.Tomei medicamento por 2 anos e mudei a alimentação e melhorei bastante, suspendi por orientação medica o medicamento e apos 1 ano voltei a sentir quase tudo de novo. E comigo acontece assim…não tenho dores de cabeça, mas tenho muita tontura e acontece sempre quando faço atividade fisica, é como se eu estivesse com sono e a impressão q tenho é q ao fechar os olhos eu durmo ,mas isso não acontece,fico muito chateada porque pratico esporte desde os 16 anos…hoje tenho 45 e sou muito ativa. Fico muito chateada ate mesmo com raiva por não consequir executar as atividades e apos chegar em casa ,,,fico boazinha. Minha crise de tontura demora meses, quase nem saio de casa por ficar irritada com a movimentação na rua, tipo,muita gente pra la e pra ca, barulho de buzina, calor, à noite tenho medo de tudo e acabo ficando deprimida,faço confusão com cores e com espaço tipo… me bato sempre ao passar pelas portas. Meu medico suspendeu as atividaes fisicas por um determinado tempo… vamos ver no q vai dar.

  42. maria eugenia comentou

    Eu gostei muito da matéria tenho enxaqueca e muita do lado esquerdo e vai até a mandíbula.Super interessante ler sobre o que há por trás da enxaqueca.

  43. Karine Mendes comentou

    Boa Tarde Dr. Feldman, tudo bem?

    Eu tenho a maioria dos sintomas listados acima, porém nunca acontecem ao mesmo tempo e só percebi depois de ler seu site.

    Mas uma coisa tem me chamado a atenção e também não vi listada aqui.
    Toda vez que tenho uma crise meus dentes ficam sensíveis e doloridos, toda musculatura da boca fica cansada como se tivesse falado muito o dia todo.

    Graças a Deus minhas crises não são mais frequentes, antigamente (na adolescência) tinha 2 ou mais crises todos os meses; dos 22 aos 26 (2013) não tive nenhuma crise forte, apenas dores fortes a intensas, porém só ano passado tive 3 crises seguidas e uma agora em janeiro.

    Estou preocupada de que tenha “desenvolvido” algum novo desencadeador e que ainda não consegui identificar, seria possível?

    Abraços,
    Karine

  44. Carmem comentou

    Olá, eu me identifiquei muito com todos esses sintomas, mas além da enxaqueca eu tenho sinusite, minha cabeça parece que esta inchada, isso é normal? estou muito preocupada com isso, que médico deve consultar?
    Obrigada, adorei todos os esclarecimentos desta pagina.

  45. Janfre Bautt comentou

    sofro de enxaqueca desde os onze anos de idade tenho todos esses sintomas acima citados,porem tenho um sintomas que todas as vezes que tenho crises ou horas que antecedem as crises vejo vultos parece que algo se move pela minhas costas como se passse alguem por por de trás de mim ou pela minha frente,tambem quando olho uma imagem ela parece se mover e quanto a fotofobia usar oculos transicion pode ajudar no tratamento?

  46. Edilene Ferreira Torquato comentou

    Parabéns Dr. Feldman, Tenho 41 e tenho enxaquexa deste dso 22 anos, a primeira crise que tive aos 22 anos foi com aura sem dor, então fiquei desesperada gritando dizendo que estava ficando cega, por que, além das estrelinhas luminosas, fiquei sem enxergar bilateral por alguns minutos, a minha mãe também entrou em desespero. Portanto já nas outras crise eu fiquei tranquila pq já sabia que após a aura vinha uma tremenda dor de cabeça lateral queimando e dando martelada, Portanto só fui diagnostica aos 25 anos que era enxaqueca, comecei a tomar cefalium 02 comp dose unica qdo sintia que ia ter uma crise, onde tive bons resultados, pois antes disso so melhora a minha crise qdo eu ia para uma emergência hospitalar, as crises sempre vinham acompanhadas com aura, nauséas e muitos vômitos, onde alguns médicos pessavam que era minigite. Hoje a dor da minha enxaqueca está controlada. Mas mesmo sem dor as vezes tenho aura e sinto todos os sintomas referidos por você, teve um médico que disse que era ATM, en tão fiz dois implantes dentários mas não melhorou em nada, Além dos sitomas que vc fez referêcia sinto ainda: Naúseas, sensação de como estive dopada ou bébada, (meio alesada, no mundo da lua) há oito anos atrás tive uma perda súbita da visão em um dos olhos, porem voltou ao normal mais ou nemos em um 1 minuto, esta perca foi em um momento que estava lendo, em seguinda venho a dor da enxaqueca propriamente dita, falei para o neuro ele pediu tomagrafia com contraste e ressonâcia magnética, portando os resultados foram normais, hoje também tive esta perca visual que passou também mais o menos um minuto, foi no momento em que eu estava no quarto um puco escuro s sai para levar o meu filho para brincar no parque do prédio, porém me senti muito mau com a claridade em seguida tive uma perra visual em um dos olhos foi muito rápido mais ou menos um minuto, seguindo dor de enxaqueca de pouqíssima intensidades, por isso procurei no google utimamente, utimamente estou sentido um queimou na nuca, a minha nuca fica muito quente ao toque, porem passa algumas horas e depois volta ao normal, irei procurar um endócrino para saber se eu estou esntrando no climáterio, e vou fazer este relato para meu neurologista.

  47. Carine Schneider comentou

    Olá Dr., acabei encontrando seu blog quando procurava algo relacoinado a ouvir um barulho na cabeça. Há um tempo aconteceu algo estranho da nuca até o meu pescoço, a sensação parece como água caindo, o mais estranho é que consigo ouvir esse barulho. Esse fato acontecia com um intervalo longo, que até esquecia que tinha acontecido, mas agora está acontecendo com frequência, várias vezes ao dia.
    Então acabei achando esse material sobre enxaqueca e me identifiquei com várias sintomas, gostaria de saber se essa sensação estranha pode estar relacionada a enxaqueca?
    Obrigada desde já. Carine Schneider do RS/ Viamão

    • comentou

      Carine, seria leviano dar opinião sobre seu caso via internet. Sinta-se livre para me procurar no consultório em São Paulo, ou consultar um médico de sua preferência próximo à sua casa, para esclarecer a dúvida quanto ao seu problema pessoal. Continue utilizando o blog apenas para sua informação e entretenimento.

  48. Denise comentou

    Só quem tem enxaqueca, sabe o que é!!!… :(
    Nas minhas crises costumo apresentar fobia não só a luzes, como a cheiros e sons (qdo estou em crise preciso ficar fechada no meu quarto, no escuro). A posição da cabeça realmente influencia na dor, pois normalmente eu tenho que tomar o remédio e deitar, caso contrário não faz efeito e a posição da cabeça no travesseiro pode sim aliviar, ou parecer pior. E as dores costumam ser muito bem localizadas, ou na região da nuca, ou em um lado da cabeça, na testa logo acima dos olhos e em alguns momentos parece uma broca atravessando a fronte.
    Além disso, em todas as crises sinto um forte desconforto no estomago e fígado. Sinto peso, dor e algumas vezes mesmo após ter tomado remédio e deitado, não fez efeito algum a não ser que eu vomitasse. Pelo menos umas 3 vezes a minha enxaqueca só começou a melhorar assim que coloquei tudo pra fora.
    Sinto tb moleza, vontade de ficar só deitada e quieta, algumas vezes a visão escurece, calor intenso e como já tenho tendência a pressão baixa o desconforto com as temperaturas acaba sendo pior. Não gosto do calor e um dos meus gatilhos é justamente esse bendito!!… ou seja, um gatilho que não dá pra controlar. Nesse período de verão já cheguei a passar 1 semana com dor, todos os dias. Quando o problema é algum alimento, por exemplo, é só prestarmos atenção e controlarmos a ingestão dele… ou excluirmos da dieta. Já com o calor, não dá pra se fazer muito a respeito.
    Outra coisa que notei foram crises de enxaqueca pré periodo menstrual. Eu tinha dores fortes cerca de 3 dias antes desse período começar, a dor vinha como uma espécie de aviso.
    Enfim… a enxaqueca traz uma série de desconfortos. Felizmente a minha costuma não durar muito. Costuma ser um dia, depois que consigo dormir, já acordo melhor. Poucas vezes minha dor durou mais que 1 dia (exceto nesse período de calor que é constante).
    E é uma pena que essa doença seja tão debilitante, pois muitas vezes perdemos momentos, situações, nos limitamos e ficamos mau humorados.

    :(

  49. Lilian Lopes comentou

    Olá, eu sinto dores na cabeça desde que me entendo por gente, mas faço tratamento desde os 15 anos, hoje estou com 23.
    Atualmente foi constatada enxaqueca crônica, faço uso de Topiramato e Venlafaxina.
    Tenho vários dos sintomas a cima citados…
    Sou uma pessoa extremamente ansiosa, e isso piora a situação, pois influência as minhas crises que duram de 5 a 7 dias.
    Tem um sintoma que não li acima e sinto, tenho tremedeira nas mãos, todo o tempo.
    Isso hoje me incomoda até a me maquear e segurar um copo.

    No mínimo estou no PS 2 vezes no mês tomando Tramol, já tomei morfina, Aldol e fiquei toda torta.

    As vezes da vontade até de desistir de viver, pois vou dormir bem e de repente acordo com uma crise lascada, e não chefe que entenda como uma dor de cabeça me atrapalha tanto.

    O meu humor é muito afetado e todos ao meu redor sofrem com isso.

    Não posso comer várias coisas que gosto e o chocolate é uma delas, e sofro muito com isso.

    • Denise comentou

      Lilian, bem lembrado!!! Eu havia esquecido desse detalhe. Eu tb sinto formigamento nas mãos. Já precisei dirigir com as mãos dormentes pra conseguir chegar em casa o mais rápido possivel. No dia, as pessoas que comigo estavam não dirigiam e lembro que a cada semaforo que eu parava minha mãe massageava minhas mãos. Assim que chegamos em casa eu vomitei no portão e precisei deitar. Mal consegui ir ao banheiro.
      Além disso, a Neuro me passou um remédio de manipulação com 4 ingredientes, um deles topiramato, mas para mim fez mal. Eu passei a sentir formigamentos nos pés, as vezes só nos calcanhares e nas mãos. Parei e tomei 5 comprimidos de um outro que era só topiramato, porém tive que doar as caixas de remédio que a médica me deu, pois tive a mesma reação: dormencia nas extremidades.

  50. Isadora comentou

    Dr. sofro de enxaqueca desde criança mas nos últimos 2 anos e meio piorei muito, aos trocar o diu de homonio. Tenho muito enjoo, formigamento nas mais e braços e áurea fortíssima. Fico até uma semana enjoada e com muito mal humor. Isso destruiu meu último relacionamento, com uma pessoa q gostei muito mas não entendeu minha situação. Faz 4 meses q tirei o diu e a melhora foi imediata. Faz um mês q passei a usar uma mini pílula de menor dosagem possível e a enxaqueca voltou. Hoje nem fui trabalhar. Por favor, comente sobre a ligação entre enxaqueca e hormonios…. Vou ter q suspender a pílula tb. Estou muito desanimada.

  51. Maria Luisa comentou

    Dr. Alexandre,

    O clima influencia muito para o início das dores .Quando saio dirigindo na cidade em um dia quente com o ar condicionado ligado e vou a vários lugares, quando volto para casa começo a ter enxaqueca, . Ao final das minhas viagens à passeio de carro sempre chego ao destino já com forte dor de cabeça.
    O curioso é no verão. Se todos os dias forem quentes e não chover eu não tenho dor, podendo tomar tudo gelado como foi nesse verão de 2014 mas hoje, chegou uma frente fria e minha cabeça já está doendo.

    Atenciosamente

  52. Mairla comentou

    Olá para todos. Muito bom estar participando para falar deste assunto, que tem incomodado bastante a minha vida.
    Descobri que tinha enxaqueca ainda era adolescente. No dia, começou com minha vista embaçada até ficar com a vista totalmente escura por volta de uns 20 min.
    Hoje tenho 28 anos, e esse sintomas tem piorado, sinto embaçamento na vista, tontura, sensibilidade a luz, irritabilidade, mal humor, cabeça pesada, já tive confusão mental. O ultimo sintoma que até me preocupou bastante foi uma forte dor de cabeça acompanhada de dormência, na cabeça e braço, e um pouco na perna.

    Tenho me preocupado nestes últimos dias, pois li que o risco pra quem tem enxaqueca é maior para derrame cerebral. irei me cuidar mais, reconheço que não tomava os cuidados devidos.

  53. Michael W. comentou

    Olá Dr. Alexandre.

    Bom por volta de uns 2 mês, sinto uma pressão no topo da cabeça e a cabeça pesada e as vezes um fraco latejamentos nos dentes e também no céu da boca,e a luz e o sol me incomoda e por isso prefiro fica no escuro. semana que vem vou fazer um eletro do crânio e tomografia, mais eu queria uma opinião sua.

    obrigado..

  54. leticia menezes comentou

    Amei essa publicaçao. Tirei todas as minhas duvidas. Vou comprar esse livro.

  55. Lilian Lopes comentou

    Boa tarde pessoas…

    Eu já contei um pouco sobre como é a minha dor em um comentário mais acima…
    E ultimamente estava com varias crises, tomando tramol direto na veia.
    Meu neuro mudou o meu tratamento e hoje aos 23 anos tomo 4 remédios todos os dias.
    As dores passaram, mas confesso que estou preocupada com essa quantidade de remédios:

    Topiramato/Venlafaxina/Polemor/Propranolol

    No primeiro dia que o meu tratamento foi mudado eu parecia uma abobada, louca. Senti muita tontura, dormência na língua, chorei muito por me ver naquela situação.

    Estou sen dores de longa duração, mas durante o dia sinto algumas latejadas na cabeça, e ai dura uns minutos e passa.

    O meu medico teve que diminuir o Topiramato pq reclamei de esquecimeento e tremor nas mãos.

    Mas hj tenho repensado a minha vida, pois so tenho 23 anos e dependo de um Monte de remédios para não sentir aquela dor infernal.

    Lilian Lopes

  56. Dani Araújo comentou

    Olá Dr. Feldman.
    Achei seu texto incrível e bem explicado.
    Tenho quase todos os sintomas acima, porém no começo o médico achava que podia ser Síndrome do Pânico (os sintomas são parecidos, inclusive a sensação de enlouquecer, mudanças de humor e etc).
    Porém tomando Enxak senti uma melhora significativa e acredito que seja apenas enxaqueca mesmo.
    No meu caso além dos sintomas acima, eu espirro bastante, sinto náusea, tontura e algumas vezes a boca seca (principalmente quando os olhos estão sensíveis).
    .

  57. Leandro comentou

    Dr. Alexandre,

    Primeiramente gostaria de parabenizá-lo pelo excelente trabalho desempenhado e pela preocupação com o ser humano em primeiro lugar.

    Eu sinto muito dos sintomas listados, principalmente a dor em si, fotofobia e TONTEIRA. No caso da tonteira descobri que tenho “síndrome vestibular periférica irritativa”, uma labirintopatia.
    No início do meu quadro de mal-estar, ha 1 ano e meio atrás, eu comecei sentindo exclusivamente tonteiras. 1 semana depois da primeira medicação comecei a ter também enxaqueca, e essa me acompanha até hoje. Atualmente tenho tido dores diárias. há mais de 8 meses não tomo medicação nenhuma para essa “labirintite”, apesar de ainda me sentir mal. Você acha que esse distúrbio no labirinto também pode ser uma das causas da enxaqueca que venho sentindo?

  58. Lucia Sales Balestrini comentou

    Boa tarde Dr. Alexandre, gostei muito deste blog, pois me esclareceu muito sobre minhas dores de cabeça. Embora tenham melhorado muito, desde que parei de menstruar, ainda de vez em quando sofro um pouco, mas eu sempre tive esse sintoma de enxaqueca de aura, desde nova,e eu pensava que ers problema de figado, pq. eu não tinha dor, eu ficava bem assustada com o quadro, mas sempre depois de uns dias vinha a dor,mas nunca liguei os fatos.Agora estou desenvolvendo uma dor de cabeça que chama enxaqueca orgastica pq.sempre me dá na hora em que estou tendo o orgasmo, ja fiz uma ultrasonogragia das carótidas e parece que está tudo bem, agora vou passar com um neuro, mas ja me informei numa reportagem pela internet e maus ou menos entendi. Fiquei mais sossegada pq diz que não causa AVC e tb não morre, rs, pode ser problemas de disfunção hormonal e como eu sofro de hipotiroidismo deve ter uma ligação. Bem, Dr., muito obrigada pelo blog, é de uma informaçao muitissimo valiosa pra nois. Felicidades, abraços.

  59. Eder Lopes Borges comentou

    Olá Dr. Alexandre. Infelismente tenho que concordar que sinto vários dos sintomas acima descritos, principalmente, tonturas, fotofobia, tensão na nuca, falta de concentração e fraqueza. Ainda não tive este diagnóstico de nenhum médico, pois diante dos resultados dos exames que fiz, todos me deram o diagnóstico de depressão e ansiedade. Só que já fiz tratamento psiquiátrico e não resolveu muita coisa. hoje tomo somente um ansiolítico antes de dormir e estou tentando impor um ritmo de exercícios físicos, mas os sintomas atrapalham muito. Tenho fé que um dia conseguirei me livrar destes problemas e viver uma vida normal. Felicidades pra todos.

  60. RAFA comentou

    Tenho todos os sintomas menos a diarreia. algo que nao foi citado no texto é a tremedeira nas maos, e em que alguns comentarios foram falados tbm.

  61. Lilian Lopes comentou

    Oi pessoal, faz um mês que entrei nesse blog por acaso. Estava procurando entender mais sobre a dor e os sintomas citados acima.
    Como já relatei faço uso de vários remédios, e até citei a cima o medo de uma dependência.
    Bom faz uma semana eu cansada de sentir dor mesmo tomando vários remédios, e percebendo que depois de 2 anos o topiramato eu já estava começando a desenvolver sintomas como esquecimento, falta de concentração, meu rendimento tinha caído mto no trabalho e na vida. Eu tomava tpiramato, venlafaxina, palemor… Resolvi parar com tudo, simplesmente tirei os remédios da minha vida, pena que so foi por 2 dias. Pois ai tudo piorou, eu simplesmente desenvolvi uma crise de abstinência do remédio Venlafaxina. Fui ao medico e os sintomas eram de abstinência.
    Tontura, sensação de estava flutuando, palpitações no peito, enjoo, dor de cabeça… O pior de tudo era virar o rosto para o lado e sentir que tudo ao meu redor estava flutuando e mta tremedeira, a ponto de não conseguir segurar nada.
    Então fui obrigada a voltar a tomar esse remédio. Que deve ser tirado aos poucos, pq causa mesmo abstinência…
    Foi horrível sentir tudo aquilo, e saber que hj não posso so não tomar o remédio.

    Bom espero que esse relato ajude alguém, sempre devemos consultar nosso medico para parar com a medicação

    No inicio do mês tenho mais uma consulta, vamos ver qual vai ser a próxima etapa do meu tratamento, pq pelo menos o Topitamato que estava tanto me fazendo mal eu tirei da minha vida.

    Força galera, não vamos deistir de lutar por um dia sem dor…

  62. lia ventura comentou

    Tenho enxaqueca a mais de 20 anos, com os sintomas já conhecidos. Porém nos últimos anos sinto meu olho esquerdo perde o controle, incha, dói, pisca involuntariamente e lacrimeja muito. Na tempora esquerda uma veia incha muito e muita dor. Fiquei uns tempos sem crise, mudei alguns hábitos e atribui a isso. Mas de uns dias pra cá tenho tido muitas dores no olho, mesma coisa de qdo eu tinha enxaqueca, mas pensava ñ ter a ver com enxaqueca, pois ñ tenho vômito, nem intolerância a claridade ou ao som. Claro só com esse olho, o qual vendei e as sensações diminuiram. Mas lendo este artigo vi que isto é enxaqueca, então achei interessante publicar para que outras pessoas possam identificar melhor seus sintomas, pois a pressão está alta, muito cansaço, tensão muscular nas costas e pescoço e o que mais incomoda dores no lado esquerdo, com inchaço e sintomas oculares já citados. E um dia antes tive muitos bocejos aos quais ñ sabia a que atribuir.

  63. Isabela Lima comentou

    Minha mãe (todo mês quando menstrua) , eu (3 vezs no ano), meu irmão mais novo (1 a cada dois meses) , temos enxaqueca! Fotofobia, hiperacusia, HIPERSENSIBILIDADE DO COURO CABELUDO E FACE,INCHAÇO AO REDOR DOS OLHOS,DISTÚRBIOS DE MEMÓRIA E CONCENTRAÇÃO,FRAQUEZA, TONTURAS, DESÂNIMO, visão de pontos luminosos (como se fossem vaga-lumes), escurecimento parcial e progressivo da visão, e muitas náuseas e vômito, esse são os mais comuns dos sintomas e sinais que sentimos.

  64. Claudia leirias comentou

    Dr. Alexandre,

    Achei super interessante suas orientações e explicações sobre sintomas, estou há 4 meses sofrendo com evidência desses sintomas, usei durante 30 dias Depakote e respondeu clinicamente muito bem, realizei EEG normal e estou com tomografia de crânio marcada, meu sintoma maior é ficar endo pontos brilhantes como vaga lume e pontinhos pretinhos, vejo todos os dias e couro cabeludo sensível. Dor leve acima do olho direito. Horrível, vivo indo ao neurologista, mas sei que preciso mudar minha alimentação e realizar exercício físico. Vou ler seu livro.
    Obrigada