post

O Hambúrguer Químico

hamburguer quimico O Hambúrguer Químico

Hamburguer químico

Recebi um e-mail do Dr. Carlos Braghini, com um vídeo (abaixo) muito interessante sobre um rapaz que comprou dois hambúrgueres numa lanchonete, comeu um deles, guardou o outro no bolso do casaco, e lá o esqueceu por 1 ano. Quando, finalmente, encontrou o hambúrguer, este estava absolutamente conservado. O Dr. Braghini cita a frase: “os conservantes prolongam a vida dos alimentos e encurtam a sua”.

A enxaqueca pode compreender uma série de crises de dor de cabeça precipitadas por produtos químicos. Quando pensar nos ingredientes dos hambúrgueres comerciais, lembre-se da lista que se encontra no final do filme:

“Dentro de cada hambúrguer, encontra-se a carne de mais de 1.000 vacas diferentes. Mais uma deliciosa mistura de: 1,1,1 tricloroetano; 1,2,4 trimetilbenzeno; BHC; alfa-clorofórmio; clorotolueno; o-clorpirifós (um biocida organofosforado); DDE p p’; DDT p p’; diclorobenzeno; p’-dieldrina; difenil-2-etilexil-fosfato; etil benzeno; heptacloro epóxido; lindano; octacloro hepóxido; estireno; tetracloroetileno; tolueno; tricloroetileno; xileno; m- e/ou p-xileno; cumeno (isopropil benzeno); diazinona; dicamba; etilenotiouréia; iprodiona; malationa; primifós-metil; propil benzeno. Ingredientes segundo o relatório oficial do FDA sobre resíduos de pesticidas no fast-food americano.”

Por tudo isso, eu prefiro o delicioso e saudável hambúrguer de picanha caseiro (confira clicando no link) de minha esposa, a culinarista Pat Feldman! Se quiser dispensar o pão, continua gostoso e mais saudável ainda.

Aqui vai o vídeo do hambúrguer químico. Vale à pena assistir.

Comentários dos Meus Leitores

  1. Ísis comentou

    Eu já cortei refrigerante da minha vida, agora hambugueres tbém serão cortados…rs

  2. Claudia comentou

    Vou repensar sobre o hamburguer, apesar de ainda não ter tido nenhuma reação no consumo.

  3. Ana Paula Lima comentou

    Eu devo ter comido uns 5 hamburguers na minha vida. Acho que tem gosto de borracha e esta carne é insuportável.
    Não compreendo o motivo de alguém apreciar este troço.

  4. andre salagdo comentou

    Todos os hábitos alimentares de hoje são patrocinados pela mídia, que só pensa em vender. A industria alimentícia só pensa no lucro. Cuidado: eles estão colocando de tudo para viciar você.

  5. joice piccoli comentou

    tenho crises de enxaqueca quando como certos alimentos que contém algum produto químico, recomendo só alimentos saudáveis eu não posso comer nada com muito tempero, sempre que saio da rotina alimentar tenho crises, quanto aos hamburguers jamais senti o sabor e não tenho nenhuma pretenção de saborear, pois sei o quanto eles são maléficos a saúde à quem sofre de enxaqueca, quanto aos que acham que tem uma otima saude digo se não provaram não perderam nada!!!!!!!!!!!

  6. Luís C. M. comentou

    Olá Dr.
    Sou de Goias, tenho 19 anos e tenho enxaqueca desde os 12.
    Os sintomas sempre foram bem definidos: A “mancha” na visão(deve ser a tal auréola) me deixa totalmente desnorteado, e essa mesma mancha me faz lembrar todos os efeitos(dores) que a enxaqueca tras, entao eu fico com a famosa “gastura”, levando a enjoos e vomitos, depois vem uma terrivel dor de cabeça, muito definida tambem, geralmente no lado esquerdo da cabeça. Uma dor tão forte que nos dias seguintes eu ainda sinto dores quando estou com tosse.
    Cerca de um ano atras, descobri o meu grande vilão e espero, com esse depoimento, que outras pessoas possam descobrir os respectivos venenos. Meu problema com a enxaqueca é totalmente ligado ao glutamato monossodico, um realçador de sabor encontrado em tudo aquilo que eu gostava muito, e que hoje eu evito: temperos prontos(Knorr, Sazon, Ajinomoto), Alimentos Industrializados(Hamburguer e Salsicha sao os piores), alguns condimentos(Ketchup), algumas marcas de pipoca de microondas, TODOS os miojos(Hoje só como se for sem o tempero).. ou seja, mudei tanto dentro de casa quanto fora, hoje nao me preocupo tanto com as dores, mudei as caracteristicas das minhas refeiçoes e ainda posso comer o que tiver glutamato, mas com moderaçao.. levo uma vida normal, antes nao saia sem remedios de casa. descobri varios analgesicos que ajudavam (Besodim, aac) mas eu usava mais os sais de fruta. graças a internet descobri o grande motivo e espero que mais pessoas descubram.
    deixo aqui uma pergunta: è impressao minha, ou a maior causa de enxaqueca tem origem alimentar?

    Obrigado!

  7. comentou

    olá meus caros,

    gostaria de parabnizar o Dr. Feldman pelo seu trabalho com esse site. E pra comentar sobre o post dos hamburgueres, já faz um bom tempo que eu não como um desse, pois parei de comer carne vermelha e faço todo o possível pra não comer coisas industrializadas, a gente tem que educar os nossos filhos nesse mesmo caminho…
    Mas, aproveitando que já estou aqui, quero dizer… depois que parei com a carne, introduzi soja na minha alimentação…e acreditem… me deu enxaqueca!!!fiz o teste por uma semana inteira… era a soja “bater no estomago” que já começavam os sintomas… alguem já viu algo parecido? Compartilhem suas experiencias comigo pls!!!

Trackbacks