post

Adaptando a Rotina à Dieta Feldman Antienxaqueca

Muita gente me escreve contando sobre as dificuldades que encontra em seguir as recomendações alimentares da minha dieta antienxaqueca, especialmente os 3 primeiros meses, quando se trabalha fora e se vive na correria de uma grande cidade. (Para quem não sabe, minha dieta se encontra no meu livro) Preparar comida fresquinha em casa, nos dias de hoje, pode parecer um grande luxo, quando na verdade deveria ser uma prioridade para quem quer e precisa manter ou recuperar a saúde.

Talvez seja difícil mesmo preparar refeições, sentar e degustá-las calmamente como se deve. Mas contar com restaurantes na região do trabalho é ainda pior: custo elevado e uma comida que nunca será preparada com os cuidados e ingredientes selecionados da minha dieta recomenda.

O que fazer nessa hora? Continuar com enxaquecas eternamente? Continuar dependendo totalmente de remédios? Aguentar eventuais efeitos colaterais de remédios? Largar o emprego para conseguir comer melhor? Essa última opção é a pior de todas, porque sem emprego, nada de dinheiro pra comprar comida, boa ou ruim.

Especialmente em cidades grandes, a idéia de refeições calmas e preparadas na nossa casa parece muito distante para a maioria das pessoas. Distante mas não impossível!

A enxaqueca dificulta a vida, e muito, tenho certeza. Para tentar superá-la, vale à pena buscar uma solução para a questão alimentar.

A minha dica é a mais simples possível: faça da sacola térmica sua maior aliada! Volte ao tempo de escola, onde você andava sempre com sua lancheira e traga suas refeições de casa. Sua súde e seu bolso com certeza agradecem!

Algumas pessoas podem achar que um “cardápio de sacola térmica” talvez possa parecer restrito demais. Com um pouco de criatvidade, nem é assim tão restrito. Mas você já parou para pensar no quanto a enxaqueca restringe sua vida? Você perde passeios, festas e tantos outros momentos agradáveis por causa de uma crise de enxaqueca!!

No site da minha esposa, Crianças na Cozinha, ela dedica uma categoria inteira a receitas da dieta Feldman Antienxaqueca. (Atenção: as receitas isoladamente não substituem as orientações do Livro) Você dedica um ou dois dias por mês para preparar as mais variadas gostosuras na sua casa, congela em porções e usa sua lancheira térmica para transportar refeições muito mais gostosas e nutritivas!

Algumas empresas hoje em dia até oferecem uma mini-cozinha aos seus funcionários. Se for esse o caso, melhor ainda, você tem a possibilidade de aquecer sua comidinha. Se a sua empresa não oferece essa facilidade, lembre-se que existe uma infinidade de pratos frios deliciosos! (e você pode sugerir a seus superiores essa conveniência aos funcionários, de uma mini-cozinha).

Dentre as sugestões mais fáceis possíveis que fazem parte da dieta Feldman Antienxaqueca posso citar iogurte natural integral (que você pode fazer em casa, mas que também encontra em qualquer supermercado), ovos caipiras, queijos (para quem não tem enxaqueca desencadeada por eles), roastbeef caseiro fatiado, bolinhos de carne assados.

Um pequeno esforço em casa pode fazer maravilhas para o controle das suas enxaquecas!

Comentários dos Meus Leitores

  1. Denise Rocha comentou

    sempre tive o hábito de carregar comida (frutas e queijo) e água dentro da bolsa… meu noivo mesmo já foi “salvo” várias vezes por este meu costume… ele pratica esgrima e, muitas vezes, não há o que comer ou lugar para comprar comida durante as competições, que podem durar um dia inteiro…

    não preciso comer fora com frequência, mas vou sim comprar uma lancheirinha térmica! adorei esta idéia.

    também é bom procurar, pra eventuais ocasiões onde não der mesmo para preparar uma refeição para levar, lugares onde garantidamente se possa comer dentro da dieta… aqui em Belo Horizonte encontrei o restaurante Bem Natural (tem vários pontos na cidade), onde a comida é feita de acordo com os preceitos do livro. ainda não comi lá, mas se precisar, já sei pra onde ir.

    para Pat, gostaria de dizer: muito obrigada!! suas receitas são ótimas e têm me incentivado a aprender cada vez mais. abraços a você e ao Dr. Alexandre.

  2. Cristina comentou

    Olá Dr. Alexandre,

    É sempre bom ressaltar sobre os alimentos de restaurantes. Os restaurantes sempre tem comidas bem feitas, deliciosas, porém igualmente gordurosas e de mais difícil digestão, tamanha quantidade de temperos que não estamos acostumados diariamente. Desde que comecei a trabalhar trago meu almoço de casa. Temos cozinha com fogão e microondas no trabalho, o que ajuda bastante. Gosto de comida praticamente sem sal e com pouquíssimo óleo, além de saladas de folhas e legumes, essas sem tempero algum, nem sal. Procuro almoçar coisas mais saudáveis possíveis, embora o refrigerante ainda me persiga. Gostaria de perguntar sobre os refrigerantes. Sei que refrigerantes de cola, por possuir cafeína, podem desencadear ou contribuir para piorar a enxaqueca. Mas e os demais refrigerantes, de limão, guaraná, quais os malefícios que podem causar em se tratando da enxaqueca? Ou esses se consumidos esporadicamente não representam grande risco?

    Outra coisa que acho interessante, é que felizmente não tenho crises de enxaqueca provocadas por queijos, leite nem chocolate. Há mais alguns alimentos que também tive a oportunidade de fazer teste e não desencadearam enxaqueca.

    Um abraço,

    Cristina

  3. Lindsay comentou

    Consegui fazer a dieta de tres meses, e foimuito bom, estava praticamente sem dor, continuei seguindo as orientações do livro, mas comecei a trabalhar fora e bagunçou tudo e a dor voltou, amei essas dicas e vou tentar segui-las. obrigado

  4. Elane Couto de Almeida comentou

    Gostaria de saber como faço para adiquirir o livro: A dor de cabeça morre pela boca, pois cliquei para comprar e vem a informação que está esgotado!
    Já tenho o livro: Enxaqueca só tem quem quer e gostaria de adiquirir o livro de receitas para ver se consigo seguir a risca a dieta pq n é nada fácil e eu sofro demais com as enxaquecas e estou desacreditada, pois as minhas dores só passam com MAXALT nenhum outro!

    Obrigada!

    Elane!

  5. debora comentou

    Acabei de ler o livro “enxaqueca só tem quem quer” e estou no inicio da dieta.Ainda não providenciei todos os ingredientes,ainda estou meio confusa…
    Consegui uma rede ecologica aqui perto mas ainda não fui cadastrada,estou em aguardo e já comprei meu peixinho pescado e meus ovos caipira:)
    Cortar o açucar está sendo muuuuito difícil pois sou viciada em doces!
    A farinha branca também é complexo!Ganhei uma máquina de fazer pão de natal e estamos fazendo pão integral.Meu filho ( 6 anos) adora bolo e me pede para fazer…
    Bem,quero adquirir também o livro de receitas.
    Queria saber se o oleo de coco altera o sabor da comida.
    PS: tenho dores horriveis!Tive problemas graves com crises diárias que me renderam uma gastrite e uma depressão.Atualmente trato com neuro que passou vário remédios!Já fiz até uso botox pra voces terem uma idéia.Minha qualidade de vida estava péssima!!!!!!Mas não estou satisfeita em me encher de medicamentos.Quero ficar bem,principalmente porque quero ter mais um filho ainda este ano e então conheci o livro e vi nele minha salvação.Preciso conseguir!Um dos motivos da minha depressão foi achar que eu não teria condições de engravidar com tantas crises e tantos analgésicos!
    Bom foi um desabafo!
    Obrigada!
    Debora.

Trackbacks

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Notify me by email when my comments gets approved.

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title="" rel=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>