Tratamentos  
 
  Newsletter

Receba, gratuitamente, artigos sobre dor de cabeça e enxaqueca. Coloque seu e-mail no campo abaixo:

  Busca no Site Enxaqueca
  Saiba mais
O uso frequente de analgésicos comuns pelos portadores de enxaqueca pode acarretar em dependência.

  Testes on line:
  Aprenda a se conhecer

 
 

Relaxamento

O relaxamento é uma habilidade que o indivíduo aprende e desenvolve, num processo semelhante a andar de bicicleta.
Alguns desenvolvem essa arte mais rapidamente que outros.
Qualquer pessoa que tenha forca de vontade e continuar treinando, vai acabar conseguindo relaxar o suficiente a ponto de obter bons resultados.

O relaxamento envolve os músculos da cabeça, pescoço, e de todo corpo; bem como uma dilatação dos vasos sanguíneos nas mãos e pés, resultando numa agradável sensação de calor nessas regiões.
Pesquisas científicas mostram um aumento significativo no fluxo do sangue em algumas áreas do cérebro, bem como uma diminuição desse fluxo em certas artérias da face, testa e têmporas, as quais geralmente se encontram dilatadas durante uma crise de Enxaqueca.
Alguns portadores de cefaléia podem ser sensíveis além do normal à tensão dos músculos como fator precipitante de dores de cabeça; fenômeno este ausente em pessoas sem esta predisposição.

Os músculos que se mantêm contraídos por um tempo prolongado acabam produzindo substancias químicas tóxicas, como o ácido lático; bem como reduzindo o fluxo de sangue e oxigênio para as áreas afetadas.
A tensão muscular crônica pode acabar sendo mantida por um reflexo entre as fibras musculares e a medula espinhal. Esse reflexo, normalmente, é responsável pela manutenção do tônus muscular.
A prática corriqueira do relaxamento acaba por regular o reflexo do tônus muscular para um nível mais baixo, mantendo os músculos mais relaxados daí por diante, independentemente da sua consciência.

Alem do mais, o relaxamento possui um efeito estabilizador do fluxo sanguíneo, diminuindo esse fluxo na região dos vasos dilatados, e aumentando-o em varias outras regiões necessitadas do cérebro. Esse fato pode ser muito benéfico em indivíduos sofrendo de Enxaqueca.
De outro lado, as ondas cerebrais, durante o relaxamento, tornam-se menos desorganizadas e mais sincronizadas, aproximando-se do estado alfa (nome dado pelos cientistas ao padrão de atividade elétrica cerebral que corresponde ao estado de relaxamento no indivíduo acordado).

Além disso, o relaxamento pode constituir uma excelente distração para que sua atenção não esteja tão voltada para a dor na hora da crise. Dessa forma, tende a reduzir as reações emocionais que ocorrem nesses momentos difíceis.

Leia algumas instruções úteis que poderão ajudá-lo a relaxar, clicando aqui.

Para uma técnica de mini-relaxamento, clique aqui.

Leia mais a respeito dos benefícios do relaxamento na enxaqueca, inclusive algumas dicas de relaxamento fornecidas por outros portadores desse mal, clicando aqui.

Leia também este artigo mais geral e filosófico sobre relaxamento, no site MedicinaDoEstiloDeVida.com.br

Não deixe de ler "Relaxar É Preciso", publicado no blog do site enxaqueca.

Confira também o artigo "Enxaqueca e Rleaxamento", no blog.

voltar
envie esta página
para um amigo

 
 Conheça mais sobre a clínica Dr. Alexandre Feldman