A enxaqueca  
 
  Newsletter

Receba, gratuitamente, artigos sobre dor de cabeça e enxaqueca. Coloque seu e-mail no campo abaixo:


  Busca no Site Enxaqueca

  Saiba mais
O uso frequente de analgésicos comuns pelos portadores de enxaqueca pode acarretar em dependência.

  Testes on line:
  Aprenda a se conhecer

Enquete

Cefaléia Tensional

A cefaléia tensional, oficialmente chamada cefaléia do tipo tensional, é dita como a dor de cabeça mais comum que existe. O problema é que ninguém sabe, exatamente, o que esse termo, tensional, quer dizer. Será tensão psicológica ou tensão muscular? Será tensão causando dor de cabeça ou sendo causado por dor de cabeça? E como explicar os sintomas, que também ocorrem nos portadores de enxaqueca?

A dor da cefaléia tensional pode durar mais dias que a dor da enxaqueca, porém existem enxaquecas que também duram mais dias. A dor da cefaléia tensional costuma ser na cabeça inteira, como se fosse uma faixa apertando a cabeça. Mas a enxaqueca também pode doer assim. A dor da cefaléia tensional costuma ser leve a moderada, mas a dor da enxaqueca também pode ser leve a moderada. A cefaléia tensional pode ser desencadeada pelo stress, assim como a enxaqueca!! No tratamento da cefaléia tensional, não existem remédios que não funcionem também no tratamento da enxaqueca. Técnicas de relaxamento e todos os outros recursos não farmacológicos também funcionam igualmente nos dois problemas.

Eu acredito, e muitos pesquisadores também acreditam, que a cefaléia do tipo tensional tenha a mesma origem que a enxaqueca. Seria a mesma doença, apenas com uma manifestação um pouco diferente, em termos de duração, frequência, fatores acompanhantes, e intensidade das crises.

Na assim chamada cefaléia tensional, a dor costuma ser leve a moderada, normalmente fica presente por um longo tempo. A sensação é a de um torniquete apertando a cabeça. A dor, muitas vezes, localiza-se mais intensamente no pescoço, encontra-se associada a contrações musculares do pescoço e ombros, costuma ter início numa idade um pouco mais avançada que a enxaqueca (depois da adolescência, já por volta dos 25 anos). A dor não costuma vir com enjôo e/ou vômitos, aversão à claridade e/ou barulho, aura e outras premonições. As regras de tratamento são as mesmas que as da enxaqueca.

Para maiores informações, leia meu novo livro Enxaqueca – Finalmente uma Saída, disponível em todas as livrarias do país.

 

 

voltar
envie esta página
para um amigo

 
 Conheça mais sobre a clínica Dr. Alexandre Feldman