A enxaqueca  
 
  Newsletter

Receba, gratuitamente, artigos sobre dor de cabeça e enxaqueca. Coloque seu e-mail no campo abaixo:

  Busca no Site Enxaqueca
  Saiba mais
O uso frequente de analgésicos comuns pelos portadores de enxaqueca pode acarretar em dependência.

  Testes on line:
  Aprenda a se conhecer

 

Tiramina - o que é isso?

Há muito se sabe que existem certos alimentos que desencadeiam enxaqueca mais que outros. Assim, temos os seguintes exemplos:

  • Queijos
  • Chocolates
  • Carnes em conserva
  • Salsichas
  • Bebidas alcoólicas
  • Lentilha, amendoim, outras "sementes"

Acontece que esses alimentos, além de vários outros, contém uma substância chamada TIRAMINA.

A palavra tiramina vem do grego tyros = queijo; e amina, significando um radical químico derivado da amônia. Portanto "tiramina" = "amina do queijo". Recebeu esse nome por haver sido primeiro isolada a partir do queijo.

As aminas são substâncias químicas que contribuem para o funcionamento do cérebro e vasos sanguíneos. Algumas delas são produzidas pelo próprio organismo; outras precisam ser suplementadas na dieta.

O cérebro funciona através de correntes elétricas que viajam para o próprio cérebro, para a medula espinhal, e para os nervos periféricos. A eletricidade gerada através de reações químicas entre as células e várias substâncias químicas.

As substâncias químicas que afetam as células nervosas denominam-se neurotransmissores. Há vários tipos de neurotransmissores, cada qual com sua função.

Os neurotransmissores aparentemente mais importantes no processo das cefaléias são denominados aminas biogênicas, isto é, aminas que o próprio organismo gerou.

Tais aminas biogênicas parecem também estar envolvidas em processos de sono, regulação da pressão arterial, e frequência cardíaca.

Variações na taxa dessas aminas parecem estar relacionadas com distúrbios psiquiátricos e neurológicos, como esquizofrenia, depressão, e doença de Parkinson.

As aminas também parecem estar implicadas em mecanismos de enxaqueca. Muitos alimentos contém aminas, as quais são necessárias ao bom funcionamento do cérebro.

No entanto, níveis muito elevados dessas aminas podem implicar em efeitos adversos para pessoas que sofrem de enxaqueca e outras dores de cabeça. No caso, a TIRAMINA leva os vasos sanguíneos a iniciar o processo de contração que termina na crise de enxaqueca. Ela também leva a liberação de substâncias denominadas prostaglandinas, que também afetam ainda mais os vasos sanguíneos.

A TIRAMINA, se purificada e injetada em qualquer pessoa, pode levar à dor de cabeça, dependendo da quantidade introduzida. Mas para aqueles sensíveis a essa substância, um simples pedaço de queijo, uma pizza com queijo, ou um pouco de amendoim, podem ser suficientes.

 

 

voltar
envie esta página
para um amigo

 
 Conheça mais sobre a clínica Dr. Alexandre Feldman